terça-feira, 21 de abril de 2009

ANÁLISE DO TEXTO “MODELOS PEDAGÓGICOS E MODELOS EPISTEMOLÓGICOS” DO PROFESSOR FERNANDO BECKER

Analisando minhas respostas do Eixo II, na interdisciplina de Psicologia, sem nenhum embasamento teórico, percebi na minha questão sobre o conhecimento haver uma identificação maior com o modelo da pedagogia diretiva, pois defini o conhecimento como uma atividade intelectual que é feita através de apreensão de algo exterior à nossa pessoa e pode ser ampliado e compartilhado. Mas nas questões referentes a aprendizagem e ao ensino na escola, verifiquei que minhas respostas se identificaram mais com o modelo da pedagogia relacional, pois na minha visão a aprendizagem acontece a todo momento, desde que o assunto desperte o interesse em aprender.
E o ensino deveria ser de maneira prazerosa e significativa para o aluno, partindo de suas vivências e dos interesses. Sendo assim concordo que o conhecimento não possa transitar da cabeça do professor para a cabeça do aluno. Também não acredito na tese de que a mente do aluno é uma tábula rasa frente ao conhecimento do novo, pois tudo que o aluno já construiu serve de patamar para continuar a sua construção. O professor além de ensinar, precisa aprender o que seu aluno já construiu até o momento – condição prévia das aprendizagens futuras. O resultado desta sala de aula é a construção e a descoberta do novo. Esta sala de aula não reproduz o passado pelo passado, mas debruça-se sobre o passado porque aí se encontra o embrião do futuro.
Segundo Becker o aluno hoje é semelhante e diferente ao aluno de todos os tempos. Ele pergunta e se pergunta é porque está sendo reprimido, interfere com muito mais desembaraço. Ele dispõe de informações (TV, rádio, mídia impressa, internet, CDs, etc.) que vêm a ele em tamanha quantidade – não necessariamente em qualidade - como jamais a humanidade conheceu. E o modelo pedagógico relacional é o único que conseguirá dar conta dessa demanda.

Um comentário:

Simone disse...

Oi Maria de Lourdes, nessa postagem destacas as tuas reflexões realizadas na atividade proposta pela interdisciplina de psicologia. A partir dessa postagem, seria legal que destacaste quais aprendizagens percebeste na realização dessa atividade. Abração, Sibicca